Competição virtual conta com calendário paralelo ao Campeonato Mundial de Endurance e terá final durante as 24 Horas de Le Mans, em junho; Competição está confirmada para a temporada 2019-2020 e será uma das atrações das 6 Horas de São Paulo

Recentemente, o Brasil assistiu ao desenvolvimento de uma modalidade esportiva que muitos contestaram ser realmente um esporte. Estamos falando do e-Sport, nomenclatura utilizada para as competições de jogos eletrônicos. E somos um dos países que mais consomem e praticam este tipo de competição.

Segundo um estudo da “Newzoo”, consultoria especializada no mercado de games e mobilidade, são 7,8 milhões de brasileiros que se enquadram como “entusiastas de e-sports” – pessoas que curtem e assistem torneios de esporte eletrônico mais de uma vez por mês -, sendo o Brasil o terceiro país no mundo neste quesito, ficando atrás da China e dos Estados Unidos. O estudo ainda mostra que o Brasil tem audiência de e-sports de 17,7 milhões de pessoas, e que esse mercado movimenta mais de US$ 655,3 milhões em 2017.

Todos esses números mostram o tamanho do e-sport mundialmente e da Le Mans eSports Series, a competição virtual criada para acompanhar o Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC). O game Forza Motorsport 7 foi o escolhido para movimentar a competição, que tem premiação estipulada em U$ 100 mil.

O campeonato foi anunciado em junho de 2018 e as etapas se iniciaram em agosto do mesmo ano, durante as 6 Horas de Silverstone. Até a Super Final, que acontecerá em junho deste ano, durante as 24 Horas de Le Mans, foram seis etapas de classificação – cinco já aconteceram e resta apenas uma, que já está em andamento e vai até o dia 1º de maio, com corridas virtuais nas 6 Horas de Spa-Francorchamps.

Como os classificados chegam à Super Final?

Cada etapa foi uma qualificação para a grande final e com corridas regionais em três regiões: Europa, Ásia e Américas. O vencedor de cada região em cada uma das etapas formará um time na grande final. Os três vencedores da etapa de Silverstone, a primeira da competição, compõem um time. Os três vencedores de Fuji, compõem o segundo time e assim por diante até a última etapa de classificação, em Spa-Francorchamps. Com isso, teremos 18 pilotos divididos em seis times.

A classificação também foi possível por meio do campeonato geral, acumulando pontos em cada uma das etapas regionais. Mais quatro equipes serão classificadas ao final das 6 etapas e mais duas equipes serão convidadas diretamente pelos organizadores, totalizando 12 equipes e 36 pilotos, que vão disputar a Super Final, durante as 24 Horas de Le Mans.

No momento, acontecem as corridas virtuais das 6 Horas de Spa-Francorchamps, que vão decidir os últimos classificados para a grande final.

E a temporada 2019-2020?

A Le Mans eSport Series está confirmada para a temporada 2019-2020, também acompanhando a temporada do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC). Com isso, teremos uma etapa das 6 Horas de São Paulo.

Fiquem ligados no site ofical da competição – https://www.lemansesports.com – e também por aqui, para obter mais informações sobre a próxima temporada e o desfecho da atual.